sábado, 9 de março de 2013

Irmãs da Morte Petrificante


As Irmãs da Morte Petrificante eram um quinteto de górgonas que lideraram o Enxame Golgari durante um milênio. Porém, após os eventos da Insurreição, apenas uma delas sobreviveu.

Elas serviam ao parun da guilda, Svogthir, mas sua ambição por poder as levou à desafiar o lich pela liderança dos Golgari. Como resultado da batalha, o necromante matou duas górgonas antes do seu corpo ser apodrecido e petrificado. No entanto, como ele era um lich e não podia ser destruído, sua cabeça foi separada do corpo e trancada em uma tumba oculta chamada Svogthos.

As três irmãs remanescentes (Lexya, Lydya e Ludmilla) passaram a comandar a guilda e mantiveram o funcionamento do trabalho dos membros de acordo com as normas do Pacto das Guildas.

O parun permaneceu aprisionado até a data de comemoração do Decamillenial, quando a matka dos elfos devkrain Savra o libertou e restaurou seu corpo para que pudesse se vingar das Irmãs. Durante o novo embate, Svogthir matou outras duas irmãs das três que haviam restado. Porém, quando a vitória estava clara, Savra se mostrou uma traidora. Ela não havia contado que o corpo que havia reerguido para o lich não possuía força suficiente para manter-se em uso por mais do que alguns momentos. Dessa forma, ele se desmantelou novamente em um pilha de pedaços de carne putrefata e Savra colocou sua cabeça em seu cetro, proclamando-se a nova líder da guilda.

Ludmilla, a única Irmã remanescente, reuniu alguns de seus capatazes que a admiravam e tentou iniciar uma rebelião no centro de Ravnica. Porém, sua iniciativa foi impedida pelos Wojek sob a liderança de Pluma (que estava no comando da Legião Boros após a morte da parun Razia). Seus asseclas foram aniquilados e a górgona foi poupada, mas banida da megalópole.

3 comentários:

  1. no ultimo paragrafo diz liderança de Pena. deve ser a Pluma né. flw gorge

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem observado! Devidamente corrigido =)

      Excluir